avatar
Admin
Mensagens : 270
Data de inscrição : 25/11/2018
Ver perfil do usuáriohttp://interioronline.forumeiros.com
20032019

Uma suposta ameaça de ataque à Escola Estadual em Mogi Guaçu (SP) B3eb68db-3f35-40fa-b76b-722d23d4681f



Uma suposta ameaça de ataque à Escola Estadual em Mogi Guaçu (SP)





Uma suposta ameaça de ataque à Escola Estadual Luiz Martini, em Mogi Guaçu (SP), viralizou nas redes sociais nesta segunda-feira (18). As postagens e mensagens de WhatsApp davam conta de que um aluno da unidade, de 18 anos, praticaria um atentado na escola. Circularam muitas fotos, inclusive do rapaz, de simulacros de arma de fogo e outros artefatos plásticos, além de um bilhete em que o jovem anunciava a possibilidade de cometer suicídio.


Pelas plataformas digitais, a postagem da notícia de que o rapaz teria sido preso após anunciar – no status dele na rede de mensagens – que iria para a aula com roupas semelhantes às dos assassinos que cometeram o massacre na Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano, região metropolitana de São Paulo, na quarta-feira (13). O atentado naquela escola culminou na morte de oito pessoas.


Ainda na postagem do aluno em uma rede social, uma bandana e uma arma eram visíveis. Na legenda, o rapaz escreveu “kit para a escola de amanhã”.


Uma suposta ameaça de ataque à Escola Estadual em Mogi Guaçu (SP) 6bc3cdfd-6a98-48ae-86ef-bcf61852bce2




Imagem extraída de status do jovem no WhatsApp – (Foto: Reprodução/Redes Sociais)
Como consequência, foram inúmeras as postagens, ‘fake news’ (notícias falsas em inglês) e desinformações, fazendo com que a GCM (Guarda Civil Municipal) agisse rápido e desvendasse o ocorrido. O caso foi até parar na delegacia de polícia da cidade.


Ainda nesta segunda, o comandante da GCM, Claudemir Adorno da Costa, divulgou um vídeo esclarecendo o caso. No vídeo, Adorno explicou que, de posse das informações, enquanto uma equipe ficou em frente ao colégio, outra foi até a casa do estudante, no Jardim Centenário.


“Assim que esse aluno saiu de casa, foi detido pela Guarda Civil. (…) Ele estava com uma bolsa preta, porém, nessa bolsa não tinha nada, só cadernos e material escolar. Resolvemos, então, adentrar à residência, localizamos sim, no interior do quarto dele dois simulacros de pistola – armas de plástico -, alguns dizeres com intenção de cometimento de suicídio e mais alguns artefatos – este de plástico também. Nada como estão falando, que estaria com as mesmas armas usadas em Suzano. É totalmente diferente. Nota-se que é um aluno que mora com a avó. Porém, as informações corretas são estas. Ele não estava levando nada para a escola”, disse.


Uma suposta ameaça de ataque à Escola Estadual em Mogi Guaçu (SP) 9a41a11a-dc1f-4556-9441-8c97abf8e17f


Ainda segundo Adorno, ao contrário do que estão repassando pelas redes sociais, estas armas falsas foram localizadas no interior da residência.




Escrito localizado no interior do quarto do estudante em Mogi Guaçu – (Foto: Reprodução/Redes Sociais)


Segundo  apurou, por conta de ter publicado uma imagem sugerindo um ataque à escola, os pais dele foram informados e o acompanharam à CPJ (Central de Polícia Judiciária) de Mogi Guaçu, onde ele alegou que tudo foi uma brincadeira. No local, foi elaborado um TCO (Termo Circunstanciado de Ocorrência) por Apologia ao Crime. Depois, ele foi liberado.
Compartilhar este artigo em:diggdeliciousredditstumbleuponslashdotyahoogooglelive

Comentários

Nenhum comentário.

Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum